Você verá que a emoção começa agora...
Agora é brincar de viver!
(Guilherme Arantes)





sábado, 5 de maio de 2012

NEW YORK… MAIS QUE UMA CIDADE, UMA EXPERIÊNCIA


Mais um dia em New York, que delicia! Acordamos cedo… dá pra perceber na minha cara inchada… rsrsrs. Friozinho de sempre… e pé na estrada… ou pé na Broadway.
DSC01272
Fomos ao Empire State Building, famoso arranha-céu com 102 andares, inaugurado em 1931, que durante mais de 40 anos foi considerada uma das estruturas mais altas do mundo, superada em 1972 pela Torre Norte do World Trade Center… depois da destruição das torres ele voltou a ser o edificio mais alto de New York, mas já superado pela Freedom Tower, em construção nos lugar das torres.
DSC01279
Apreciar a vista de 360 graus de Manhatan sem obstrução, é show de bola!
DSC01283
DSC01284
DSC01286
Esse é o Chrysler Building, é o edificio que considero o mais bonito de Manhatan.
DSC01285
Lá de cima do Empire State, localizamos o Madison Square Garden e quando saímos caminhamos mais um pouquinho e aí estamos.
DSC01308
Gente, a primeira arena de hóquei foi imaugurada em Fevereiro de 1879… Caraca! Eu não imaginava que era tão antiga assim… mas a atual estrutura só foi inaugurada em Fevereiro de 1968, tem capacidade para 20 mil pessoas nos jogos de basquete, 18 mil nos jogos de hóquei no gelo e 55 mil nos mega shows.
DSC01309
DSC01311
Olhem os astros que já se apresentaram no Madison… Luciano Pavaroti
DSC01312
Elton John
DSC01313
Madonna
DSC01315
Tina Turner
DSC01316
Judy Garland (a Dorothy do Mágico de Oz e mãe de Lisa Mineli) adoooro! Mas o que são essas pantufas Judy? Rsrsrsrs.
DSC01319
Curiosidade de fã: O rei do Rock, o insubstituível Elvis Presley, se apresentou por quatro vezes no ano de 1972, dois dos shows foram gravados e estão disponíveis em CD (“Elvis Recorded at Madison Square Garden” e “An Afternoon in the Garden”). As apreesentações no Madison estão entre os melhores shows de sua carreira e foi a única vez que o Rei fez shows na cidade de NY. Os quatro espetáculos tiveram lotação máxima, 55 mil pessoas.
DSC01318
Os famosos duelos do boxe com Mohamed Ali.
DSC01314
E os clássicos do basquete da NBA.
DSC01317
Ah… Brasileiríssima Ivete Sangalo também fez um show aqui… chiquérrima! Existe uma visita guiada pelo Madison que é imperdível, já fiz uma vez com a Gisele (minha cunhada), mas no momento não estava tendo… poxa vida… que pena! Tivemos que nos contentar com as fotos na bilheteria mesmo.
DSC01320
Eu e os gigantes do New York Knicks…
DSC01324
As estações de metrô são uma atração à parte, também famosas nos filmes, mas os túneis são antigos, então não fique prestando muita atenção nos trilhos, se não quiser avistar um rato ou mais passeando por ali, é melhor contemplar os cartazes nas paredes, os shows que eventualmente acontecem nas estações… fica a dica! rsrsrsrs.
DSC01327
Mapa na mão… e vamos caminhar! Estamos à procura do “Minetta Tavern Restaurant”, que fica no West Village. Dizem que lá tem um “tutano de boi gratinado” e a lombriga do Fer já está gritando… ele adora essas coisas diferentes.
DSC01333
Bingo! Encontramos!
DSC01336
Não sabíamos o nome do prato em inglês, mas arriscamos com um dicionário na mão e acertamos… ai está a iguaria. O nome do prato é “Roasted Bone Marrow”
DSC01340
O prato é realmente diferente e delicioso, acompanha um molhinho de vinho com cebola (eu acho) e torradas. Quando chegou em nossa mesa, foi cobiçado pelas pessoas das mesas ao lado, que ficam bem próximas umas das outras. O ambiente é agradável e o atendimento simpático e cortez. Vale à pena conferir. Mas como a gente ainda queria ir em outro restaurante, comemos apenas a entrada neste… rsrs.
DSC01341
O ”Da Silvano” era o nosso próximo destino gastronômico, fica bem pertinho e dá pra ir a pé… essa é a idéia, caminhar… rsrs.
DSC01350
Logo que chegamos, o garçom que nos atendeu, perguntou se éramos brasileiros, nos trouxe outro garçom também brasileiro para nos apresentar, muito simpático, explicou alguns pratos e nos fez algumas sugestões. Nos enviou de cortesia uma entrada deliciosa de mussarela de búfala, manjericão e um tomate de uma variedade diferente, que nós não conheciamos, muito saboroso e leve!
DSC01356
A sugestão maravilhosa do garçom foi “Ossobuco com Risoto à La Milanesa”… meu Deus!
DSC01357
Por coincidência, nosso amigo Murilo Coube, que está morando em Milão, disse em um recado no blog, que quando estivermos por lá ele vai nos levar pra comer justamente esse prato. Eu queeeeeeero de novo Murilo!!!
DSC01360
Divino! Eu fui aos céus experimentando esse prato, temperos equilibrados e com extrema harmonia, risoto cremoso e carne macia… e o queijo parmesão ralado na hora, direto no prato… demais pra mim! Um show de sabor e textura! Quero mais! Mais uma dica, “Da Silvano”, ambiente acolhedor, ótimo atendimento e comida excelente.
DSC01366
Depois de nos deliciarmos com um almoço divino, fomos caminhar no bairro onde estávamos, o West Village, passamos pelo Blue Note, uma das mais famosas casas de jazz de NY.
DSC01373
Era Sexta-Feira e a cidade já estava em clima de final de semana, agora no Greenwhich Village, fomos até a Washington Square Park…
DSC01379
Esse é um lugar singular, sempre frenquentado por artístas e gente descolada. Eu particularmente adoro essa região, que é mais tranquila e charmosa, longe da barulheira do centro, que também tem seu encanto, é claro.
DSC01382
Muitos shows acontecem simultâneamente na praça, sem que um atrapalhe o outro, eu diria que é uma miscelânia organizada. Na foto acima, uma moçada tocando jazz.
DSC01390
Muita diversidade e qualidade nessas apresentações que vão desde um piano de cauda, com alguém tocando musica clássica e uma senhorinha simpática fazendo pose e compondo o cenário…
DSC01408
à essa banda de senhores…
DSC01409
… tocando blues.
DSC01410
DSC01402
É um lugar mágico e quando menos esperamos nos pegamos parados só contemplando, obsevando as pessoas, os artistas… o tempo passar. Que delicia!
DSC01400
Como eu já disse e repito – caminhar por New York é o melhor passeio.
DSC01387
Estamos felizes, com uma sensação enorme de estar vivendo plenamente… é como se estivéssemos com as rédias de nossas vidas em nossas mãos… temos que nos beliscar de vez em quando, rsrsrs. É dificil explicar… mas é bom demais!
DSC01386
Agora sim, o McSorley’s, pra contar essa parte da viagem preciso voltar alguns anos… rsrsrs. Senta que lá vem história… Bem, há uns 6 ou 7 anos, um cliente do nosso bar (Bar do Português), o amigo Jair Veiga, conhecendo nosso interesse por lugares, ou melhor bares antigos, nos falou sobre esse bar em NY e disse que se um dia fossemos pra lá teríamos que visitar. Pronto Jair! O dia chegou! Nunca precisei anotar nada sobre esse lugar, tamanha era a minha curiosidade em conhecê-lo, os dados que eu precisava pra chegar até ele estavam guardados em minha memória… o resto o Google deu um jeito… rsrsrs.
DSC01427
Gente, o bar funciona sem interrupção desde 1854, ou seja, são 158 anos de portas abertas e preserva tudo como antigamente. É uma viagem no tempo e na história… “Bar é Cultura”… acreditem!
DSC01425
Pra vocês terem uma idéia, somente a partir de 1970 as mulheres puderam frequentar o McSorley’s, até então um lugar restrito exclusivamente ao público masculino, que injustiça… certamente nós viemos abrilhantar a história do lendário bar… rsrsrs.
DSC01426
Ao entrar por esta porta centenária, com as marcas do tempo e a energia das pessoas que por aqui passaram, começamos uma deliciosa viagem ao passado.
DSC01433
Eles produzem a sua própria cerveja, em duas variedades, a black e a light, curiosamente a light é mais forte, talvez o nome esteja relacionado a cor e não ao sabor, mas a black… hummmm, é deliciosa e muito leve. Vale lembrar que eles produzem essa cerveja, com a mesma receita há mais de 150 anos, não é demais!!! Ah… se você quiser tomar qualquer outra bebida, o McSorley’s não é o seu lugar, o máximo que vai conseguir é uma Coca Cola.
DSC01435
A mobilia, o balcão e muitos outros detalhes são extremamente antigos o que empresta ao lugar uma enorme magia e a sensação de estarmos vivendo no passado. Dá uma olhada na geladeira (foto acima).
DSC01436
Ah… não se assuste ao pedir duas cervejas e receber quatro canecas, é assim mesmo, lá uma são duas, não sei explicar porque, mas não era happy hour, ficamos até tarde e é assim que eles servem.
DSC01459
Então toda vez que pediamos duas, ficávamos com quatro canecas dessas cheias em nossa frente… ahahahaha. Demais! São U$5 cada duas canecas e você não tem a opção de pedir a metade… eita coisa boa!
DSC01462
O Fer com o cotovelo no balcão, ficava viajando nas histórias que devem ter acontecido por aqui, pessoas importantes certamente passaram por esse lugar, apoiaram seus cotovelos nesse balcão e pediram uma cerveja ou mais, como estamos fazendo agora.
DSC01441
Eles mantém o antigo costume de jogar serragem no chão, para absorver a cerveja derramada.
DSC01439
O cardápio está escrito em uma lousa velha no lado dentro do balcão.
DSC01440
Não tenha pretensões de ser bem atendido, os garçons são extremamente mal educados, o que é uma pena, no balcão com muito custo você consegue um olhar simpático, mas nas mesas pode esquecer.
DSC01468
Certamente o lugar oferece um atrativo maior que seu impiedoso atendimento, senão não teríamos passado horas por lá. Fica a dica… McSorley’s Old Ale House, pra quem gosta de boteco, história e coisas antigas, é o lugar!
DSC01478
Muito felizes e até com pena de ir embora, mas valeu o passeio! Agora, caminho de volta!

2 comentários:

Murilo Carani Coube disse...

Epa, epa epa!!
Eu conheço esse ossobuco!!
Agora vou ter que pesquisar outro prato tradicional por aqui viu...
Talvez uma carne a la Fiorentina, um queijo burrata, costeleta a milanesa... hahaha
Que legal que vocês já comeram, é bem parecido mesmo!
Adorei o post de NY, parabéns!

Mauricio e Silvia disse...

Paulinha e Fernando

Tenho que ler as postagens de vocês comendo ou bebendo alguma coisa, pois começo a salivar de vontade ...rsrsrsrsrsrsrsrsrsr
Muito legal conhecer esses botecos antigos, deve ter muita história por lá !!!!!!
Fico imaginando a cara de lumbriguento do Fernando aguardado a comida, deve ser igual a dele esperando o nhoque de fruta pão com galinha na ilha né rsrsrsrsrsrsrsr
Já estou esperando anciosamente novas postagens e fotos com relatos !!!!
abraços

Saudades

Mauricio e Sílvia